Imagens

Recentemente, houve quem me descrevesse. A mim, RL, sem jamais me ter visto à frente, ou sequer por fotografia (escusam, lol… os amigos, ou passam também para RL ou então bem podem ficar sentados à espera daquela foto minha na melhor lingerie, hehehehe).

E não, não estou a falar em traços de personalidade. Que esses não são mesmo nada dificeis de desenhar quando se passam meses em companhia quase diária. Falo de coisas como “tens os olhos castanhos”… pois, é claro que tenho, sim. Falo de coisas como… adivinhar o tamanho das unhas, hehehehe. Com tudo isto, o que mais me impressionou acho que foi “bebes pouca água” (note to self: passar a anunciar cada vez que dou um golinho no copo). É verdade, sim, bebo mesmo pouquíssima e devia beber mais, eu sei.

E depois fiquei a matutar no assunto. Eu não consigo criar imagens físicas, reais, de ninguém com quem me relaciono in-world. Pura e simplesmente, nem sequer “imagino” as pessoas do outro lado. Para mim, até me deparar com elas cara a cara são entidades ou consciências incorpóreas. E contudo, até hoje nunca tive qualquer dificuldade em reconhecer um amigo. É só olhar à volta, e inevitavelmente os meus olhos prendem-se em alguém… e eu sei cá dentro quem é.

Confesso contudo muita curiosidade em relação ao que sentem vocês aí todos, desse lado. Tentam imaginar a pessoa atrás do avatar ? Colam o avatar à personalidade da pessoa ? Tentam pedir as tais fotografias porque acham que isso vos ajuda a “ver” a pessoa do outro lado ? Gostava mesmo de ter as vossas opiniões 😀

Anúncios

15 Respostas

  1. Eu nem sequer penso no assunto.

  2. Poix, nem eu pensava até me ver descrita da cabeça aos pés, lol 😀

  3. Desde os tempos do IRC que ~me itnerrogo sobre a minha total falta de imaginação para pensar na pessoa por trás das letrinhas e/ou avatares.

    Mesmo neste ambiente 3D em que nos visualizamos de alguma forma, quando penso em alguém é sem qualquer materialização. Será quando muito o nome associado a uma total falta de imagem.

    Inworld raramente faço zoom para qualquer um dos presentes (excepto quando tiro fotos) e mantenho a câmara em visão panorâmica para ter uma maior abragência da cena. Bastam-me as palavrinhas que correm no chat ou nos IMs para aquecer a alma e alegrar o espírito.

    Como tenho dito muitas vezes, skins e shapes não interessam para nada em qualquer dos mundos.

  4. Essa de beberes pouca água é que é mau…para os rins …claro!
    Tenho uma posição estilo Cavaco…de bom senso político… A Milady e a Elora…desculpem ..mas são umas radicais da SL.
    Eu sou mais curioso e gosto obviamente de beber entre outras coisa tb muita água…Gosto por exemplo de saber os nomes reais dos avatares…Fico mais contente se se chamarem Marias ou Anas do que Franciscas ou Blimundas por exemplo…Acho mais graça dar as boas noites, com um toque personalizado… mas fica por aí.
    Nunca me passou pela cabeça saber o número de sapatos que calçam…E essa do tamanho das unhas é de se tirar o chapéu…é preciso ser mesmo deliciosamente perverso !
    Summer…cá pra mim… tens um gajo, muito criativo, pequinino, gordo e careca chamado Manel apaixonado por ti!

  5. Eu penso que a curiosidade é um atributo que a espécie humana possui e todos nós somos cuscos de uma ou outra maneira. É claro que muitas vezes gostaria de saber quem está do outro lado por trás de um avatar mas não faço disso nenhum cavalo de batalha. Acho que isso depende de nós mesmos…

    Quem se quiser dar a conhecer que o faça, quem não quiser paciência. Não vou morrer por causa disso 😉

  6. Eu bebo muita água, litros diários, por isso é que mantenho este corpinho esbelto, imaginem!!! huahuahua.
    Também não analiso avatares. Que falta de gosto, só mesmo para concursos é que vou com a câmara. Câmara só mesmo para roubar ideias, hehehehehe.
    Aliás, não considerem isto ofensivo, acho ridículo sexo e afins no SL, mas eu sou um moderno conservador, lol, aceito tudo e não me incomoda.
    Imaginar quem está do outro lado? Pois, às vezes, quando se criam relações boas, mas mais que imaginar o físico, imagino a interacção, os gestos, o carinho, e, aiiiii, sempre os olhos, sou um apaixonado por olhos.
    No entanto, acho ridículo o pessoal colocar e utilizar fotografias verdadeiras nos perfis, uma manifestação gritante de falta de identidade, ao contrário do que pensam quando o fazem.
    Quanto aos comentários e análises, Summer, há gente para tudo, desde que respeitem o meu espaço. Até já tive uma menina a despir-se em cam no primeiro contacto, huahuahua. E acreditem levou logo com a censura em cima, ou seja, opssss, foi bloqueada, e posteriormente expulsa, porque caí na asneira de dar a minha conta, num contacto dentro do SL.
    Amizade e carinho, com carinho, são sempre bem vindos, o resto dispenso bem. :)))

  7. eu só consigo “ver” a personalidade por trás do avatar, qt ao resto é como dizia o meu avô: “Só tem desilusões quem cria ilusões”.

    eu sou amigo?

    😛

  8. Mana – tás talkualmente a mim 😀 É por essas e por outras ke se não me derem uma bikeirada não reparo na pele nova, nos olhos diferentes…

    Fokas – lolol. Conta lá, conheceste já mesmo alguém chamado Blimunda ?

    Electro – realmente, o que conta é kem está lá, não o kê 😀

    Piedro – esta como tantas é uma questão do foro estritamente subjectiva 😀 E se por um lado nunca colocaria fotos RL por aí, por outro lado também entendo que o fazê-lo nos diz bastante sobre a pessoa em causa.

    Mais do que tudo isso, para mim, confesso, foi como se me topassem para lá do monitor à frente… como se me olhassem nos olhos e me dissessem “Eu vejo-te”…

  9. Zesim – qualquer dia já faz um ano ke te enfiei no folder dos amigos de verdade 😀

  10. Pois para mim os avatares são transparentes porque consigo, minimamente, avaliar o caracter de cada um. É isso que verdadeiramente levo em conta.
    Summer, faxavor de beber água!
    Piedro, ai os olhos!!!
    Fokas, Blimunda é o nome do barco de um amigo meu.

    Beijinhos

  11. A Blimunda foi-me apresentada pelo Saramago há já muitos anos atrás e, confesso, três palavras depois já a tinha na minha lista de amigos. Em contrapartida nunca simpatizei com a única Tomázia que conheci, apesar de falar com ela anos a fio.
    E assim é com os bonecos desenhados a pixeis: simpatizo de imediato com uns e antipatizo com outros. Em ambos os casos tento comprender a pessoa por trás e, havendo empatia, fica tantas vezes a vontade de a conhecer realmente. Mas não faço qualquer tentativa de a retratar fisicamente. Tal como a Winter e o Piedro, até ao boneco raramente eu faço um zoom. Talvez por isso, ligo pouco ao facto de usarem skins carissimas ou continuarem com a carinha que os Lindens lhe deram.

    E haja muita água para ir cortando o uisque 🙂

  12. Summer escreveu:

    “Electro – realmente, o que conta é kem está lá, não o kê”

    Convém porque falar para o boneco por si só não tem piada nenhuma 😉

    Piedro Ewing escreveu:

    “No entanto, acho ridículo o pessoal colocar e utilizar fotografias verdadeiras nos perfis, uma manifestação gritante de falta de identidade, ao contrário do que pensam quando o fazem.”

    Porque é que dizes isso? Tens algo a esconder? Pessoalmente não tenho imagem real no perfil do meu personagem mas não tenho problemas em mostar uma foto minha a quem eu achar que a posso mostrar. Isso +e falta de identidade?

    Explica-te melhor…

  13. Eu ainda tenho pouco tempo de sl, mas para mim é como a june diz, por tras do aspecto visual do avatar, existe a personalidade de alguem, e essa é que conta, e com aquelas pessoas que tenho passado mais tempo, nao me passa pela cabeça pedir uma foto RL, pq no fundo vejo e compreendo a essencia da pessoa, indiferentemente do seu visual.
    No entanto não tenho problema em mostrar uma foto RL a alguem que me sinta a vontade, se me pedir.

  14. Altas horas e dançávamos no Ballroom. Como de costume, comecei a avisar que me ia embora e, quando o meu par me pediu para não ir, disse-lhe que, se quisesse, podia deixar ali a “boneca” a dançar com ele. Em troca, recebi o maior elogio que já me fizeram até hoje:
    — Só a boneca não, porque fica sem alma e isso é o mais importante.
    E foi ali que percebi que, apesar da skin, da roupa), do cabelo e de todos os adereços que enfeitam o avatar, o que conta mesmo é quem está por trás.
    Até agora, mantenho como amigos (SL e alguns RL) apenas aqueles que têm substância, conteúdo, imaginação, criatividade e sentido de humor, independentemente do aspecto que apresentam. Quanto a revelar quem sou na realidade, é mesmo só para alguns, mas confesso que, por nunca imaginar como as pessoas serão e não sentir sequer essa necessidade, a surpresa não foi muita quando os conheci cá fora. E sabem porquê? Porque por trás de tudo, a alma é a mesma. E essa é que conta.

  15. ElectroescadaS,

    O Russo no post seguinte, retratou a minha intenção na afirmação, nada mais.
    O meu comentário vai no sentido de que que conheço casos marcantes de usarem as fotos reais para marcarem uma posição de destaque, e isso acho bárbaro. É um mundo virtual, com conotações bem reais, mas uma oportunidade de criarmos uma imagem que retrata a nossa alma e os nossos sentimentos, sem os despojos do dia-a-dia.
    E eu, pessoalmente, não tenho nada a esconder, bem pelo contrário, assim não sou perseguído, apesar de me considerar um gajo normalíssimo da silva.
    Um abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: