Vómitos e Encantamentos

Talvez seja da mudança da estação. Sim, o Verão já era e o Outono tá aí. Talvez seja porque dentro em breve vem novamente aí aquela época lindinha e cheia de hipocrisia chamada Natal. Ou talvez porque se vai conversando aqui e ali e se vai verificando que no submundo as coisas se agitam.

Sim, porque por detrás das fachadas dos tão-amigos-que-nós-somos há submundos, lol. Eu, que há muito me desliguei de grupos e, como a avestruz, resolvi enfiar a cabeça na areia da minha praia e ignorar o que à volta me desagrada ainda vou sendo afectada, de tempos a tempos, pelos diz-que-disse.

Mas adiante. Hoje por aí num blog da concorrência (hehehe) gerido pela gaja que trouxe meio Portugal para dentro deste metaverso onde nos cruzámos todos, escrevi que por vezes Portucalis me faz vomitar. E é verdade. É por isso que de tempos a tempos tenho fases em que nem lá ponho os pés. Assim como também não os ponho em blogs que não gosto de ler, ou que não me dizem nada.

Há apenas uma diferença quase insignificante. É que Portucalis se me entranhou cá dentro, não sei bem como nem porquê. Pois é claro, é um grande exagero, no fundo é só uma data dos tais bites e dos tais zeros e uns e não significa nada. De hoje para amanhã dá um treco aos Lcoisos e vai tudo à vida, assim, e os gajos nem têm que nos dar explicações. Eu sei. Sei tudo isso. E ? A coisa mantém-se em todo o caso, Portucalis continua a estar à frente de praticamente tudo o mais em todas as minhas vidas, e nem sequer é preciso conhecerem-me muito bem para o saberem. Ter-me-á feito tomar decisões erradas num ou outro momento ? Pois, também é possível. E? Tomei-as, e provavelmente voltaria a fazê-lo.

E é precisamente por ser esta uma relação tão intensa que por vezes não o suporto. Quando olho para ele e só me apetece chorar. Quando o vejo feio e contaminado por coisas com que não me identifico. Quando me sinto frustrada por não ter o dinheiro que me permitiria transformá-lo no sítio que sonhei e proporcionar as condições ideais para todos os que alinham na mesma onda o fizessem também. Quando percebo que sou uma naba a nível técnico e não percebo nada de building nem scripting e portanto pouco posso, por mim, fazer por esta terra o que ela merece. Quando ela me exige sacrifícios inomináveis a troco de nem sei eu bem o quê. É nessas alturas que, para mim, Portucalis é um grande vómito.

Felizmente (ou não ? lol) a ligação é efectivamente inquebrável. Já disse aqui antes que Portucalis ultrapassa qualquer personalidade a ele ligada. Que vai muito para além da soma de todos nós que por lá andamos, ou que a dado momento dele fizeram parte. E a este propósito, por exemplo, acho enternecedor a tenacidade com que algumas das pessoas que partiram se agarram ainda a grupos que são de sítios Portucalenses, que só existem ali e com os quais já não têm a mínima ligação.

Adiante de novo – um dia ainda hei-de ser capaz de me ater a um único tópico, lol. Felizmente, dizia eu, os laços que me ligam a Portucalis são daqueles inquebráveis. Por ele, continuo a ceder a pressões (cedências essas que inevitavelmente acabam por se revelar inúteis e entretanto me custaram horrores mas pronto… decisões minhas, na verdade) e a fazer das tripas coração… tudo o que for preciso. E lá volto, depois da onda ter passado. Para reconstruir de novo, para corrigir, para escrever mais um capítulo da história. E nessas (nestas) alturas, vale a pena… vale tudo muito a pena !! O prazer de se ser total e inteiramente livre para desenhar um universo coerente, lindo e com significado… sim, sem dúvida terá sido assim que a Deusa se sentiu ao criar cada planetazinho. E é por aí que é gratificante. Não pelos apaparicanços, pelos lustros aos egos, pelas exclamações de “ai que lindo”, “ai que dotado” ou “ai que generoso”. Não pelas exclamações de espanto das tribos que se agitam perante mais um prodigioso feito daqueles que venera. Apenas, e só, pelo espanto que sentimos ao percebermos que o tempo nos escorreu pelos dedos e nem se deu por isso. Porque foi para outra dimensão que passámos entretanto.

PS – Era uma vez uma terra encantada onde viviam uma princesa linda de morrer, e uma bruxa má, muito má. A princesa, lá do alto do seu trono, exibia o seu sorrisinho de superioridade e troçava da verruga plantada mesmo a maio do nariz da bruxa, enquanto recebia indolentemente os elogios dos seus muitos pretendentes. A bruxa, cesto de maçãs à cintura, sorria para dentro. Apenas ela sabia que cada uma das suas maçãs – vermelhas, amarelas, verdes – era um mundo em si… e em cada um deles reinava uma princesa igualmente linda e doce. Levou uma à boca e deixou escorrer o sumo pelo queixo abaixo, enquanto pelos universos todos ressoava uma gargalhada maléfica. (Your turn, Cat – ahahahah!)

Anúncios

6 Respostas

  1. Olha já me f…falta o tempo agora para responder condignamente, é isso. 😀 Mas depois já levas o troco. Querias ser tu a princesa? Opá eu também quero um cesto de maçãs! (e uma cilha da roupa, já agora!)

  2. Eu, princesa ? Nunca tive o mínimo jeito pra essas coisas da realeza, hehehe – nãã, o meu papel de bruxa ninguém mo tira.

    E tá prometido ! Aquela macieira linda e a cilha da roupa hão-de fazer parte da aldeia medieval. Mas depois quero fotografias comprovativas da utilização da coisa, hum ? 😛

  3. Não precisa de ser na aldeia medieval, se bem que já estou a imaginar a touca e o avental e a saia de barra molhada na pic. 🙂

    Vais é ter que esperar pela minha vez mais do que eu gostaria, que é véspera de sexta feira e RL calls para longe de posts.

  4. Olha que duas… hehehe

  5. Ora então, sendo assim, boa fim de semana, Alteza Real hehehehe… e contigo fazem três, Electro ! :PPP

  6. E para ti também ó Imperatriz das Decanas Bruxas!
    (ahahahahahah bem visto)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: