Blogue Portucalis – Um ano depois

Apesar de ter sido criado a 31 de Agosto de 2007, faz hoje um ano que este blogue se deu a conhecer ao mundo com o seu primeiro post.

A 10 de Junho de 2007 nasceu uma ilha chamada Portucalis e derivada dela os fundadores perceberam a necessidade de ter um espaço out-world onde os acontecimentos e novidades do sim pudessem ser espelhados por palavras.

Este blogue nunca teve qualquer linha editorial mas teve um objectivo explicitado no parágrafo acima. E tem cumprido e, ao longo do tempo, alargado os objectivos com textos genéricos não respeitantes directamente ao sim que lhe dá suporte.

Nunca neste blogue foram autores ‘não portucalenses’, ou seja, não residentes no sim Portucalis. E como os residentes foram mudando, o ‘Nós‘, que tem página própria, nunca explicitou quem são ou foram. É claro que qualquer leitor atento apercebeu-se, ao longo do tempo, do nome dos autores. Mas o ‘Nós´ a partir da terceira semana de Novembro passará a ser explícito, acompanhando outras mudanças que se irão verificar (não é uma promessa mas um desejo a concretizar), nomeadamente design e endereço.

Muitos já participaram como autores (ou tiveram oportunidade de o serem) neste blogue. Eis a lista: Ana Lutetia, Cat Magellan, Elora Lungu, Imso Obscure, M2life Paravane, Marga Ferrer, Margarita Philbin, Miguel Yesheyev, Nuno Knoller, Summer Wardhani, Tpglourenco Forcella, Winter Wardhani.

A aceitação deste blogue e o seu impacto ultrapassou largamente as nossas expectativas iniciais. Se bem que as estatísticas são o que são (há três espécies de mentiras: as mentiras, as grandes mentiras e as estatísticas – Carlos Fiolhais no Público de 10 Out), apraz-nos constatar que o blogue Portucalis durante este ano de vida está prestes a alcançar as 100 000 visitas (sim, cem mil visitas). Para um blogue de objectivos limitados como o nosso, o número diz tudo: é um blogue que tem visibilidade, está de saúde e recomenda-se!

A todos os que participaram como autores e, sobretudo, a todos que têm tido a paciência de nos lerem e deixarem comentários, o nosso obrigado!

Recordando o texto do primeiro post:

Como as pessoas, os projectos nascem e morrem. Pelo caminho, tomam novos percursos e reinventam-se a si mesmos. Tornam-se outros, ou permanecem os mesmos.

Portucalis é sempre diferente e no fundo, sempre igual a si próprio. É sobretudo um espaço de convívio e diversão. De relax ao fim de um dia de trabalho ou de estudo. Onde o pessoal se junta em qualquer canto e conversa, partilha experiências, desabafa as mágoas, celebra os sucessos.

É o café de bairro, ali na esquina entre a mercearia e o balcão novo do banco. Onde nos encontramos, noite após noite… ou quando nos dá na real gana 😀

É sobretudo a certeza de invariavelmente aqui neste espaço ou ali na Second Life encontrarmos quem conosco partilhe esta vida, e a outra… as que quisermos.

M2life Paravane, Marga Ferrer, Summer Wardhani.

Anúncios

25 Respostas

  1. Muitos parabéns! :)))) Siga para o próximo ano, com todo o entusiasmo. Um grande abraço a todos.

  2. […] * tás a ver, M2, o poder de um título? LOL! e entretanto os meus parabéns pelo um ano de blog Portucalis. […]

  3. M2,
    nunca escrevi neste blog e nunca fui convidada para tal embora tenha sido uma das fundadores de Portucalis. Aliás, se bem te recordas: há um ano estava eu a celebrar o meu 1º ano de SL em Portucalis e neste blog nem uma palavra sobre o assunto…

  4. Eu vi este povo cantareee…
    Gosto de vocemeçês…apesar da lagartada infiltrada!
    Viva Portucalis Livre e Independente!
    Saudações e estendal!

  5. Portucális será sempre o local que me deixa mais saudades e uma forma de rever o sim é precisamente este blog. Foi o local onde parte das minhas amizades que perduram até hoje se iniciaram. Não conheci os seus criadores mas conheci pessoas espectaculares como a Afro, o TP, o M2 e a Marga, a Mermaid e tantos outros cujos nomes se perdem no tempo. Adorei as conversas da treta no Caneco, na tasca do Imso, os macacos e a arvore onde “abancávamos” e “supostamente” comiamos as pipocas.

    No saudoso RRV onde o TP me deixou iniciar a carreira de DJ, à paciência do M2 me ensinar a trabalhar com o Sam Broadcaster, etc. São tantas as recordações “virtuais” que tenho que esse local me deixa saudades.

    Seja como fôr Portucális existe e tive muito gosto em por lá andar.

    Um grande abraço

  6. Lagartada?! Lagartada??? :DDDD

  7. Parabéns blog de Portucalis! Viva o espirito do SIM e do Blog, e obrigada por o(s) manterem alive and kicking!

    e viva a lagartadaaaaa!

    PS: electro, me?!??! awww! ty!

  8. Comentários necessários:
    1. Cat: Isso é que foi comentário em cima do acontecimento. Obrigado.
    2. AnaLu: O texto está certo e tu errada. A frase chave foi “… tiveram oportunidade de o serem…”. Sem entrar em grandes pormenores (que podem ser públicos porque não há qualquer problema nisso), todos os fundadores do sim portucalis tiveram acesso a este blogue quando foi criado. Todos tiveram a password e se não publicaram foi porque não quiseram (a administradora do blogue entre 1 de Setembro e meados de Outubro foi a Cat).
    3. Electro: O post foi sobre o blogue portucalis e não sobre o sim com o mesmo nome.
    4. Fokas: Ter lagartos é uma chatice porque são da concorrência. Eu, desde que me lembro, sou mais para o lado das águias, os outros subscritores do texto não sei das suas preferências animalescas/clubisticas.

  9. Lol Manu é exactamente a mesma coisa… 😉

  10. Parabéns ao blog e aos autores,

    100 000 visitas num ano é obra!!
    (apesar da lagartada que eu cá também sou mais águias 🙂 )

  11. Pois foi, já nem me lembrava disso, M2, tens toda a razão. Lá está, como tinha o Geta, nunca usei este e depois, enfim, digamos, tivemos todos maiores preocupações na altura e nem sempre tivemos as melhores relações inter-blogais posteriormente :DDDD Mas isso foi antigamente, agora siga pra frente, que é que é caminho. 🙂

  12. (tenho um gravatar memo benito :D)

  13. Desta feita, concordo com o Electro! Escrever ou comentar ou apenas ler este blogue é estar em Portucalis (slurl: ver na coluna da direita).

    Cat, Ana, Fokas, Electro, Mermaid, Tary …. obrigada pelas vossas palavras, incentivos e recordações.

    O blogue Portucalis se está como está deve-se a todos os que aqui passam os olhos diariamente. São olhos de leitores atentos, críticos e intervenientes! Não se calam nem por nada! 🙂

    Bem hajam! E, plrrreasssse, continuem assim! 🙂

  14. Nunca tive acesso a password nenhuma, nunca recebi qualquer convite e todos têm o meu email e número de telemóvel! Mas isso pouco me importa… agora. Na altura, foi mais um pormenor.

  15. Todos tira o “s” menina Ana…

    Deixa lá isso existem batalhas bem mais interessantes do que escrever ou não num blog. Vê o meu caso sou autor em 2 deles e nem sequer me deixam despedir-me… :twiested:

  16. Pois que as visitas são merecidas e os parabéns também! Foi através deste blogue que vos descobri a todos. Obrigada!

  17. Parabéns Portucalis!

  18. – Menina! Que Blogs conhece?
    – Conheço o Abrupto, o Meu Pipi e o Portucalis.
    – Portucalis?
    – Sim. Portucalis é o blog de actualidades que a mamã lê e as outras senhoras também!

  19. Não comento sempre, mas passo por cá todos os dias sem excepção. Claro que são um dos meus blogs de referência diária e serão sempre. 🙂 Afinal se a mana não tem descoberto o blog eu também não vos teria conhecido e como seria a minha vida se Nariz não tivesse passado por mim e eu não tivesse passado por Nariz? lol Obrigada! 🙂

    (Ofezinho,
    então estás desmemorizado? O anúncio diz: “… a mamã e as outras senhoras!” Assim não fizeste o plágio pleno lol mmmmmmmmm lol)

  20. Parabens a tds!!!

    of por aki e mais o correio da manha da dona alzira!

    Abracinhos ! =)

  21. Parabens pelo excelente trabalho.
    Sempre que posso vou passando …
    Já agora , quando falam de clubes , não existe ninguem com um clube a sério em portucalis??? M2 posso colocar lá uma bandeirinha?? LOL

  22. … deram-se conta? Nos primórdios deste blogue, ainda havia uma certa preocupação para fazer os posts assinados “portucalis”. Depois, isso foi caindo em desuso. Penso que talvez por uma necessidade de cada um “assinar” e personalizar o que escrevia. É giro verificar isso…..

    Marga

  23. Eu tbm m lembro com saudade d portucalis nos primórdios e das excelentes amizades k fiz.
    E axo k sou 1 dos k o Electro diz “e tantos outros cujos nomes se perdem no tempo”.
    Parabens portucalis, SIM, blogue, whatever.
    Continuem o excelente trabalho e contem komigo s puder ajudar em alguma coisa.

    Hasta

  24. Seja perdidos no tempo ou a meter mãos há obra, como uma vez alguém disse, o “Nós” é composto por muitos.. por todos aqueles que um dia influenciaram ou foram influenciados por esse cantinho de terra num mundo virtual chamada Portucalis que reúne em seu torno uma grande comunidade de amigos.
    Mtos parabéns Portucalis, como diz o Freddyx, ilha, blog, whatever ;))

  25. Por acaso sempre gostei de Portucalis. Nasceu com um progecto voluntarioso e se concretizou ou não se deveu isso a condicôes geográfica, históricas antigas…ou étnicas que de algum<modo prefigurassem as fronteiras e os afastamentos que viria ( e veio) a ter. O povoamento disperso que caracteriza hoje os portucalensis tem origens e razões diversas e tera tido a sua origem em épocas remotas em que eu ainda chocava numa parede e era lançado para uma lha quaquer perdida no meio de nada. Sobre as origens escreveram os arqueólogos. Sei que o seu nome deriva do nome antigo da cidade do Porto ( Portucale, atestado desde o século V), mas a discussão sobre a sua origem tem suscitado muitas dúvidas entre historiadores e geógrafos.

    Di-se-à que este comentário deriva de uma necessidade vital identitária. Porém desiludam-se quem pensa assim. Seja por desmedida auto-estima ou por um excesso de ensinamentso, a carga mítica do nome assenta também nos esquecimentos. ..
    E para que isso não aconteça.ter-se-á que dar acolhimento à razão critica e voz à opinião dos outros, em particular com aqueles com quem mais estreitamente os portucalensis têm lidado ao longo deste tempo. Um abraço a todos e um especial à Summer que finalmente entendeu que não fazia sentido abandonar o seu projecto pessoal às urtigas só porque sim! Um obrigado da minha parte!

    Ao governo geral do território competem hoje tarefas pesadas e decisões complicadas. Mas as soluções são conhecidas para a crise. Abertura de uma imprensa livre, criação imediata de um Fundo Autónomo pela parte dos moradores actuais (avanço sobre os tiers) e nacionalização forçada de interesses privados se necessário. O Obama não fará melhor. Temos entre nós a força e a vontade de manter Portucalis livre, auto-sustentável e independente!

    Boa sorte e mãos à obra!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: